Orientação vocacional: Finalistas do secundário apoiados a escolher cursos superiores

Foto de Fim de SemanaTrinta e cinco jovens pré-universitários, oriundos de diversas escolas da cidade e província de Maputo, participaram, sábado, 23 de Março, na Incubadora de Negócios do Standard Bank, numa sessão de orientação vocacional e capacitação em matérias de tecnologias e gestão, ministrada pela Munay, uma associação juvenil que se dedica ao fomento do empreendedorismo e liderança, em parceria com o banco.

Trata-se de uma iniciativa através da qual os mentores pretendem apoiar os jovens na escolha dos cursos a seguir no ensino superior, após a conclusão do nível secundário, para evitar que estes optem por áreas que não são do seu interesse e depois ingressem no mercado laboral sem vocação.

“Alguns jovens, depois de concluírem o ensino geral, escolhem mal os cursos a seguir no ensino superior, o que resulta na constante troca de emprego ou de curso, ou na desmotivação, razão pela qual decidimos organizar esta sessão como forma de os ajudar a tomar a decisão correcta”, explicou Geralda Antique, coordenadora da Munay.

Por sua vez, Faira Camila participante do evento, disse ter aprendido muita coisa neste evento promovido pela Munay e pelo Standard Bank. “Tive uma orientação vocacional excelente. Eu tinha uma perspectiva de dois cursos e agradeço pela orientação e por ter aprendido também sobre liderança e poupança”, realçou a participante.

Miosse Muioche, estudante finalista da 12ª classe, na cidade de Maputo, disse ter conseguido ter as bases necessárias para tomar a decisão certa. “Primeiro, eu queria que este evento não durasse só um dia e que a divulgação fosse mais abrangente, porque muitas pessoas têm a dificuldade na escolha de cursos. Contudo, o meu muito obrigado pela iniciativa promovida em parceria com o banco”, acrescentou Miosse.

Maximiano Chitsondzo, estudante do Instituto Médio do Desporto e Educação Física de Moçambique (IMEDE), mostrou-se feliz pela iniciativa e disse ter alcançado os objectivos almejados. “Eu queria ter uma vocação, procurava para além da vocação uma liderança em mim mesmo. Agradeço muito pela iniciativa, não esperava, mas agora estou completo. Obrigado ao banco”, concluiu Maximiano.

Importa realçar que a Incubadora de Negócios do Standard Bank é um empreendimento concebido no âmbito da visão e estratégia do banco, cuja materialização passa pela implementação de iniciativas que fomentam a inovação e o empreendedorismo, que são os mentores do crescimento económico do País.

Para além do espaço físico, a incubadora oferece desde a formação até à interacção com outras empresas e órgãos ou entidades governamentais, tendo em vista a criação de condições para o surgimento e estabelecimento de empreendimentos sustentáveis, que terão um impacto positivo na economia e na sua cadeia de valores, gerando riqueza e inclusão financeira para os cidadãos.

Pin It

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *