Nova delegação distrital do INSS em Inhambane aberta ao público

O Presidente da República, Filipe Nyusi, inaugurou, recentemente, as instalações da Delegação Distrital do Instituto Nacional de Segurança Social (INSS) de Inhambane, construídas de raiz, visando proporcionar melhor atendimento aos utentes do Sistema de Segurança Social, nomeadamente contribuintes, beneficiários e pensionistas.

Concebida no sistema "open space", a delegação distrital de Inhambane compreende dois pisos, onde funcionam os serviços administrativos e uma parte para arrendamento, no quadro da política de desenvolvimento imobiliário do INSS.

No acto inaugural, o estadista referiu que a nova infraestrutura pública, para além da notável melhoria das condições, conforto e acessibilidade, representa a vontade do Governo de melhorar cada vez mais a qualidade da prestação de serviços ao cidadão, provendo recursos indispensáveis.

“Neste espaço, o empresário que procura canalizar, atempadamente, as contribuições dos trabalhadores, o trabalhador que procura saber da sua situação contributiva, até os pensionistas, que procuram receber as suas pensões, devem encontrar um atendimento cordial, profissional e célere”, frisou Filipe Nyusi.

A aproximação dos serviços públicos ao cidadão, conforme explicou o Presidente da República, enquadra-se no prosseguimento do compromisso eleitoral em facilitar a vida ao povo, cultura que tem vindo a ser implementada, um pouco, por todo o país, em diferente sectores.

Na cerimónia, testemunhada pela ministra do Trabalho, Emprego e Segurança Social, Vitória Diogo, o INSS procedeu à entrega simbólica de cadeiras de rodas a duas pensionistas, que por razões de doença têm dificuldade de locomoção.

Dirigindo-se, igualmente, a uma plateia composta por representantes dos parceiros sociais, sector privado, sindicatos, contribuintes, beneficiários do INSS, pensionistas, Trabalhadores por Conta Própria, entre outros, o governador do província de Inhambane, Daniel Chapo, referiu-se ao aumento do número de contribuintes do INSS como um dos desafios do governo local.

“Neste momento, estamos a trabalhar, principalmente com as entidades empregadoras, para que os descontos que fazem aos trabalhadores sejam canalizados ao INSS e um dos maiores desafios que temos como governo provincial é aumentar o número de contribuintes, principalmente, aqueles que trabalham por conta própria, por forma a que cada dia que passa tenhamos mais contribuições e possamos garantir o futuro dos nossos trabalhadores”, afirmou.

Pin It

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *