Filho de importante membro da Frelimo detido por tráfico de cornos de rinocerontes

Lucílio Matsinhe, filho do veterano na Luta Armada e membro do partido Frelimo Mariano Matsinhe, foi detido na passada segunda-feira (30) na Cidade de Maputo por tráfico de cornos de rinocerontes e segundo a PRM “é reincidente não só nesta prática de crimes, mas também na falsificação de pedras preciosas”.

“Depois de um trabalho de investigação, chegamos à conclusão de que este individuo transportava consigo espécies ou derivados de espécies proibidas por Lei, referimo-nos dois cornos de rinoceronte. Este trabalho culminou com a sua detenção e recolha destes materiais quando dirigia-se a uma instância hoteleira aqui da Cidade de Maputo” revelou a jornalistas o porta-voz da Polícia da República de Moçambique (PRM) na capital de Moçambique, Leonel Muchine.

Lucílio Matsinhe que é conhecido nos meandros do crime pela alcunha de Tchenguela, de acordo com a PRM, “é reincidente não só nesta prática de crimes, mas também na falsificação de pedras preciosas. E agora foi encontrado a transportar cornos de rinocerontes”.

O rinoceronte é uma espécie extinta em Moçambique e a sua caça ilegal acontece na África do Sul ou no parque transfronteiriço que o nosso país partilha com o país vizinho. Entre 2010 e 2016 foram traficados por Moçambique 797,78 quilos de cornos de rinocerontes, com valor de mercado a rondar os 80 milhões de dólares norte-americanos, segundo a Agência de Investigação Ambiental.

Investigações do @Verdade revelaram no passado que as autoridades conhecem os barões da caça furtiva e tráfico de cornos de rinocerontes e do marfim mas as suas conexões com o partido Frelimo ajudam-nos a manterem-se impunes.

Pin It

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *